Covid-19: Sergipe tem 11% dos leitos de UTI ocupados

Leito de UTI de uma unidade de Saúde. Foto: Ascom SES

Os números da Covid-19 vêm aumentando em todo o país e uma das preocupações dos gestores e autoridades de saúde é com a capacidade de leitos disponíveis para atender as vítimas mais graves da doença.  De acordo com informações da Secretaria de Estado da Saúde (SES), Sergipe conta na rede pública de saúde com 27 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) distribuídos na capital e no interior. O Estado também tem 45 leitos de enfermaria.

Dos 27 leitos de UTI da rede pública, três deles estão com pacientes internados com o novo coronavírus. Isso representa cerca de 11% da ocupação desses leitos. Os números estão bem abaixo da realidade encontrada em outros estados do Nordeste. Em Pernambuco a taxa de ocupação nas UTIs já ultrapassa os 90% e no Ceará o número é ainda mais alarmante, 100% das UTIs estão ocupadas. A Secretaria de Estado da Saúde de Sergipe trabalha com a proposta de aumentar os leitos hospitalares para atendimento exclusivo de pacientes da Covid-19. Esse número deve chegar a 400 leitos.  De acordo com a assessoria da SES, no momento a maior dificuldade encontrada para o aumento desses leitos se dá por conta da falta de profissionais.

Além dos três casos de pacientes em UTIs da rede pública, outras três pessoas estão em UTIs na rede privada e nove pacientes se encontram internados em enfermarias, sendo cinco deles na rede pública e quatro em unidades da rede privada. Segundo a assessoria de comunicação da SES, na maioria dos casos confirmados da doença em Sergipe, os pacientes apresentam quadro com sintomas leves da doença, recebem atendimento médico e são orientados a cumprir isolamento domiciliar. Dos 117 casos confirmados até o momento, 58 pacientes estão em isolamento domiciliar e outros 37 já estão curados. O Estado tem sete mortes confirmadas por Covid-19 e 1083 casos descartados da doença.

Deixe uma resposta